Representantes do Programa Corredor Azul, da Wetlands International, visitam Escola Thomaz Larangeira, em Porto Murtinho

17/05/2019

Roda de conversa com alunos da escola Thomaz Larangeira | Foto: acervo PCA-Pantanal
Roda de conversa com alunos da escola Thomaz Larangeira | Foto: acervo PCA-Pantanal

Entre os dias 01 e 11 de maio, a equipe do Programa Corredor Azul (PCA), da Wetlands International, esteve em imersão com comunidades tradicionais de Porto Murtinho (BR), de Capitán Carmelo Peralta e Fuerte Olimpo (PY). O objetivo da viagem foi coletar depoimentos (via storytelling) sobre o uso dos recursos naturais existentes no Pantanal, o manejo racional e a conexão entre pessoas e áreas úmidas, utilizando com destaque aos valores e sabedoria.

Durante sua estada na região (dia 6), a equipe realizou atividades na Escola Municipal Thomaz Larangeira. Foram recebidos pela professora Cida Donatti e demais membros da comunidade escolar. Na oportunidade, a instituição estava completando 80 anos e celebravam o Dia da Caneta - evento que marca a passagem do Ensino Fundamental I (1º ao 5 ano) para o Fundamental II (6º ao 9º), quando os alunos começam a utilizar a caneta.

Na forma de rodas de conversa, Regina Rapacci abordou sobre o storytelling, método de contação de histórias que incentiva a prática da escrita. E Lílian Ribeiro, que é geógrafa de formação, apresentou o Programa Corredor Azul e a Mupan, enquanto organização e seu funcionamento. "As crianças ficaram muito interessadas, principalmente porque conseguimos demonstrar o quanto a região e eles mesmos - enquanto indivíduos que ali vivem - são importantes. Sentiram-se fortalecidos e empoderados", ressaltou Lílian.

O registro das histórias coletadas, no decorrer da viagem, pretende trazer a compreensão de todo o processo de uso dos recursos locais, desde a coleta de matéria-prima até o produto final, e como se transmite esses conhecimentos entre os membros da comunidade, para a manutenção das práticas e da cultura.