Rede Aguapé

07/02/2018

A Rede Pantanal de Educação Ambiental do Pantanal foi criada em 2003 através de uma parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul (SED-MS), Instituto de Meio Ambiente Pantanal (Imap), hoje Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), e com as organizações não-governamentais Mulheres em Ação no Pantanal (Mupan), Instituto Brasileiro de Inovações pró-Sociedade Saudável do Centro-Oeste (Ibiss-CO) e Ecoa - Ecologia e Ação.
Por meio de um projeto com apoio financeiro do Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA), do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Governo Federal, a Rede Aguapé e sua teia de contatos, articulações e tecnologias de comunicação foram implementados. As ações da Rede Aguapé resultaram no diagnóstico da EA na Bacia do Alto Paraguai (BAP), capacitação de agentes multiplicadores de EA de 20 municípios da região, mobilização e animação de elos e facilitadores, produção de site (www.redeaguape.org.br) e da única publicação especializada em educação e meio ambiente, a Revista Aguapé.
Além de participação em eventos, projetos e políticas públicas como a Política Estadual de Educação Ambiental de MS, Política Nacional de Educomunicação Socioambiental, Plano Estadual de Recursos Hídricos e o processo de gestão integrada da bacia hidrográfica transfronteiriça do rio Apa, a rede conecta centenas de educadores, gestores, ambientalistas e lideranças através de uma lista de discussão na internet: redeaguape@yahoogrupos.com.br
A iniciativa, que desconsidera os limites geopolíticos sobre o ambiente natural, visa suprir uma necessidade de ambos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, onde se faz presente mais de 80% do Pantanal - indiretamente atinge também populações pantaneiras do Paraguai e Bolívia.
A Rede Aguapé tem participado como parceira de vários projetos e discussões socioambientais e de EA como o Coletivo Educador do Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Integrado das Bacias dos Rios Miranda e Apa (Cidema), Projeto de Fortalecimento de Políticas Públicas de Educação Ambiental para o Pantanal: O Caso da Bacia do Apa (Mupan), das Conferências de Meio Ambiente, Comissão Interinstitucional de EA de MS (CIEA), dialoga com a Rede Mato-Grossense de EA (Remtea) e é membro da Rede Brasileira de Educação Ambiental (Rebea).