Programa Corredor Azul é parceiro do 21º EcoPan

10/09/2018

Participantes da 21a Ecopan, que esse ano conta com o apoio do Programa Corredor Azul
Participantes da 21a Ecopan, que esse ano conta com o apoio do Programa Corredor Azul

A 21ª edição do EcoPan - Curso de campo em ecologia do Pantanal - do Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da UFMS (PPGEC), com o apoio do Programa Corredor Azul, da Wetlands International, dará a mais de 20 pós-graduandos de diferentes regiões do Brasil, assim como da Argentina, Colômbia e Espanha, a oportunidade de fazer uma imersão no Pantanal durante um mês.

Além de conhecer de perto a maior área alagada do mundo, os participantes do EcoPan exercitam as diferentes etapas da elaboração de projetos em ecologia envolvendo ambientes pantaneiros. "Neste ano as atividades iniciam-se no Planalto da Bodoquena e posteriormente avança em direção ao Rio Paraguai, permitindo uma ampla percepção dos participantes das conexões Planalto e Planície", ressalta o professor e pesquisador Rudi Laps, um dos coordenadores do curso.

Todos os anos o curso recebe docentes brasileiros e estrangeiros, sempre procurando integrar diferentes ideias e visões sobre biodiversidade do Pantanal. A cada ano o EcoPan também tem fortalecido o intercâmbio internacional de estudantes na América do Sul em torno da temática das wetlands. De acordo com o coordenador do PPGEC, Rafael Guariento, nessa 21ª edição foi fundamental o apoio do Programa Corredor Azul para a viabilização das atividades do curso.

Estrada Parque Pantanal Sul. Foto: Pauliane Amaral
Estrada Parque Pantanal Sul. Foto: Pauliane Amaral

Para Áurea Garcia, diretora da Mupan, "a ideia de integração de pessoas e ambientes ao longo do sistema do Paraná-Paraguai, preconizada pelo Corredor Azul, está em perfeita sintonia com os objetivos do PPGEC, que é compreender a ecologia deste grande sistema e promover a manutenção da biodiversidade na região".

O Programa Corredor Azul, promovido pela Wetlands International com o apoio da DOB Ecology, é implementado na região do Pantanal pela Mupan - Mulheres em Ação no Pantanal, organização não governamental que vem executando ações na região do Pantanal brasileiro desde o início desse ano, tendo em vista quatro pilares principais: mobilização de conhecimento e pessoas, incidência sobre as políticas e investimentos e realização de ações locais.